.comment-link {margin-left:.6em;}

The Sun Green Hills

Conversas de café e outros devaneios...

greendale

quinta-feira, março 09, 2006

LITHUANIAN FROZEN SEA

Tenho um amigo lituano chamado Marius. Conheci-o quando estava na Bélgica. Nessa altura, eu morria de frio com a neve que caía e que via pela primeira vez na minha vida, isto apesar de já então ter passado os vinte anos. Pela mesma altura, ele passeava-se de forma primaveril e ria-se connosco, os latinos. Sim, ria-se não de nós mas connosco, pois apesar de vir do gelo o seu coração sempre estava quente e disposto a partilhar mais um sentido abraço. Daqueles abraços que só a verdadeira amizade nos permite dar.

Certo dia o Marius contou-nos que em Palanga, a sua cidade natal que está situada na costa lituana, os invernos eram tão rigorosos que atingiam os trinta graus negativos. Incrível mas não surpreendente. Facilmente se aceita esta verdade. Mas o que era absolutamente inacreditável era o mar congelado que dizia ocorrer nesses dias. "Marius!? Estás a gozar connosco! O mar não se congela! Não é possível! Tem demasiado movimento! Um lago sim se congela!" diziamos nós num estupefacto uníssono. Nos dias seguintes o "Frozen Sea" foi motivo para os mais diversos comentários e risadas. Ninguém queria acreditar.

Pois hoje conversei com o Marius na internet. Já há muito que isso não acontecia e há muito também que sentia a sua falta. Com a sua natural sensibilidade de pronto me enviou uma foto que deitou por terra uma anedota com mais de dois anos. Tirou-a esta mesma tarde.


As ondas costeiras congelam-se até uma distância de quase cem metros e, segundo ele, é usual as pessoas passearem-se por cima do gelo que se forma. Espectacular!

Este é apenas um dos motivos que me aumenta a curiosidade em relação à Lituânia. Um país recém-integrado na União Europeia, que apresenta um bom nível de vida e que é composto e construído por gente interessante e de bom coração. As cidades são maravilhosas e o campo de cortar a respiração. De facto, em cada canto de cada foto antevejo o ambiente de um verdadeiro conto de fadas.

4 Comments:

Blogger Edson Arantes do Nascimento said...

Caro amigo Kata(lan),

Não irei até à Lituânia (não porque não queira, mas apenas porque não posso), mas, se calhar, irei ver o meu Benficão até ao Camp Nou.

É uma ideia que vou procurar concretizar. Darei notícias a propósito dessa possibilidade.

Abraços,

Gomes

12:37 da tarde  
Blogger Francisco said...

Fonix.. o mar congela mesmo.. é bom para praticar tubos e isso...
Grande foto e mais um post singular! ;)

1:15 da tarde  
Blogger Beatriz said...

frio... como eu gosto! pode ser que lá vá à procura de algum principe das neves loiro de olhos liquidos :D

4:03 da tarde  
Anonymous marius said...

i've met bruno in belgium and it was really amazing because we were from opposite sides of europe..however our views to the world were not so opposite..only two things were quite differnt for us to understand about each other - language and weather..
bruno and others from portugal never believed my stories about see frozen in waves..i remember eyes of one boy from portugal called angelo when i was telling him about this phenomenon..he was looking at me like i was mental:) so i've promised to make some pictures of it..actually frozen waves are not the thing you can find oftenly even in lithuania..but this winter was soooo damn cold (i hate these high bills for heating:))..we had a month of average -20 in day time and -30 in night time so frozen waves were a matter of time..and it happend:)
second thing that bruno found crazy about lithuania was lithuanian language:)bruno used to call it "speaking without breathing"..this characterization was born when bruno heard my 5 minute conversation with another lithuanian boy:)haha..it always makes me laugh..

i compare my friendship with bruno as my friendship to portugal in general..i believe that your country is such a good place to be..i have no doubt that my foot will be there soon..

best wishes from lithuania - country of frozen waves..

4:41 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home