.comment-link {margin-left:.6em;}

The Sun Green Hills

Conversas de café e outros devaneios...

greendale

domingo, fevereiro 11, 2007

Carta a um amigo...


Caro amigo-irmão Beto:

Os anos foram passando e a vida levou-nos para lugares distantes, umas vezes estimulantes e outras inóspitos. Hoje, à distância do tempo e do espaço miro-me por dentro e revejo uma construção nossa. É como se cada bocado de experiência tivesse a tua marca. Como se a minha essência fosse resultado da tua existência também. E foi. Para ambos. E para outros que connosco estiveram e vão estando, mesmo que à distância. Já foram muitos os passos que demos lado a lado e muitas as batalhas que em conjunto enfrentámos sorrindo. Conhecemo-nos um ao outro quiçá como mais ninguém nos conhece. Somos dessas pessoas que quando se olham olhos nos olhos, vislumbram um percurso de vida e amalgamam todas as suas estórias numa só.

Foi com profundo pesar que no nosso último abraço antes de nova debandada percebi que nos veríamos apenas dentro de um ano. Engoli secamente essa dura realidade de que apenas retomaríamos velhos hábitos de caminhada quando ambos voltássemos à base.

Mas foi com uma ainda mais profunda alegria que soube que nos veríamos já no Verão e que eu estaria a teu lado como mais ninguém nesse momento tão importante da tua - nossa - vida.

Não sei como será o nosso futuro de saltimbancos, mas espero que os nossos passeios por essas ruas da vida sejam como uma "stairway to heaven". Tudo para que no fim possamos dizer "ainda bem que voltaste".

Um até sempre cheio de até já.

3 Comments:

Blogger Francisco said...

A foto é em cheio. grande betaço, grande grande abraço ;)

1:22 da tarde  
Anonymous Don Cassola said...

Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

11:20 da manhã  
Anonymous Don Cassola said...

Amigo Kata, esta tua "missiva" (gosto desta palavra... quase tanto como gosto de cloche e piaçaba!) quase me fez conter "um brilhozinho" nos olhos...
Pois tu, o Beto e este jovem acima de nome Francisco são como irmãos para mim... Os irmãos de sangue que nunca tive, ao contrário de vocês os 3.
(Cum catano, isto está a tornar-se demasiado sentimentalista... Deixa-me voltar à minha postura de frieza insensível...)
Pois é Óh macaco!!
Quero aproveitar a oportunidade para te agradecer do fundo do coração os 4 dias que me acolheste na tua "Residência Espanhola".
Adorei conhecer o Jaume e restantes membros dessa tua "Família Català", Barcelona então nem se fala... Só comparável às belezas naturais da bela cidade da A-da-Pêrra!!
(Pronto Xicote, o Sobralito da BUGelheira tb não é mau... )
Um abraço do tamanho do Mundo, que continues sempre em busca dos teus objectivos e que realizes todos os teus sonhos, qual "Saltimbanca´s Lover"!!
Logicamente desejo o mesmo para o grande Betaço, não sei se ele costuma visitar esta roulotte mas tudo de bom nas tuas "aventuras"!
Quanto a ti caro mini, falamos logo quando nos encontrarmos em minha casa para assistirmos a mais uma bela vitória do nosso Glorioso S.L.B.!!
Desta feita sem o nosso Rei Costa...

Um abraço forte e fraterno para vocês desta besta que não consegue imaginar a vida sem a vossa amizade!

E SOMOS HOMENS OU NÃO SOMOS HOMENS??
AS GAJAS PÁ, PÕEM-ME MALUCO PÁ, AS GAJAS...
QUAL A FILMAR O GAJO PÁ!!
AS GAJAS DÃO-ME NERVOSO, MIUDINHO!!!!

11:24 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home